Menu


Saiba onde os presidenciáveis vão acompanhar a apuração dos votos.

07 OUT 2018
07 de Outubro de 2018

Todos os candidatos à Presidência da República já votaram, neste domingo (7), e se preparam para acompanhar a apuração dos votos, a partir das 17 horas. Jair Bolsonaro (PSL), líder nas pesquisas de intenção de voto, chegou à seção eleitoral, na escola municipal Rosa da Fonseca, na zona oeste do Rio de Janeiro, ainda pela manhã. Ele estava acompanhado do filho e candidato ao Senado pelo Estado, Flavio Bolsonaro.

De lá, seguiram para casa, também na capital fluminense, onde acompanharão a contagem dos votos. Ao falar com a imprensa, Bolsonaro se mostrou confiante. "Estou preparado, sou diferente de todos que estão aí", afirmou.

Já o petista Fernando Haddad, segundo lugar nas pesquisas, votou na Brazilian International School, localizada em Indianópolis, bairro da zona sul de São Paulo. Ele chegou acompanhado da mulher e, depois, seguiu para casa. No fim do dia, deve se dirigir para um hotel na região do Paraíso, também na zona sul, onde irá acompanhar a apuração dos votos, junto com correligionários. Haddad afirmou que vai aguardar os resultados com "muita serenidade".

O pedetista Ciro Gomes, que aparece em terceiro lugar na corrida ao Planalto, chegou à sede da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará, em Fortaleza, acompanhado da mulher e da filha. Após votar, disse que se reuniria com a família, aliados e assessores para acompanhar a apuração dos votos, mas o local ainda não havia sido divulgado, até a publicação desta matéria.

"Sou o único que vence o Bolsonaro. E venço o Haddad com larga folga. Eu não quero fazer isso contra ninguém. Quero fazer isso para unir o povo brasileiro e voltar com a esperança no vocabulário", falou Ciro.

Geraldo Alckmin (PSDB) votou, na manhã deste domingo, no colégio Santo Américo, em São Paulo. Ele chegou ao local ao lado da esposa e de seus netos. Da seção, o tucano voltaria à sua residência, localizada a cerca de dois quilômetros de distância do local, para passar o dia. O restante de sua equipe deve acompanhar a apuração no QG da campanha, localizado no centro da capital paulista.

O candidato disse estar "com confiança" no resultado das urnas, mas evitou comentar cenários de segundo turno. "Não é o momento para fazer análise política", disse o ex-governador.

A candidata Marina Silva também já votou, na sede do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), em Rio Branco, capital do Acre. Ela chegou acompanhada do esposo e de uma das irmãs. Não há informações sobre o local onde ela acompanhará a contagem dos votos.

"Durante esse primeiro turno nós tivemos o assassinato da vereadora Marielle Franco, as tentativas de morte na caravana no presidente Lula, o atentado ao candidato Bolsonaro. O Brasil não pode ir pelo caminho da violência política como acontece na Venezuela", afirmou ela, depois de votar.

O candidato pelo partido Novo, João Amoêdo, votou por volta das 10h, na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), no Rio de Janeiro. Segundo sua assessoria, Amoêdo vai acompanhar a apuração dos votos em sua casa.

Ainda não foram divulgadas informações sobre os candidatos Alvaro Dias (Podemos), Henrique Meirelles (MDB), Guilherme Boulos (Psol), João Goulart Filho (PPL), Vera Lúcia (PSTU), Cabo Daciolo (Patriota) e José Maria Eymael (DC).

Voltar

a editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Cliqueditar.

Clique aqui ar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique 

Tenha também o seu site. É grátis!