Conselho de Ética analisa processo contra deputado Lúcio Vieira.

05 JUN 2018
05 de Junho de 2018

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados realiza reunião nesta terça-feira (5) para apresentação do plano de trabalho do deputado Hiran Gonçalves (PP-RR), relator do processo para perda de mandato do deputado Lúcio Vieira Lima (MDB-BA).

Gonçalves apresentou parecer preliminar pela admissibilidade da representação apresentada pelo Psol e pela Rede contra Lúcio Vieira Lima, que é investigado pela Polícia Federal por crimes de lavagem de dinheiro, associação criminosa e peculato. O parecer foi aprovado pelo colegiado.

Parecer

Gonçalves mudou seu voto para acatar toda a representação da Rede e do Psol. Inicialmente, ele queria analisar apenas a possível apropriação indevida por Lúcio Vieira Lima de parte dos salários de servidores de seu gabinete. Mas foi convencido por outros parlamentares a analisar também possível quebra de decoro por ocultação, em um apartamento em Salvador, de R$ 51 milhões atribuídos ao ex-ministro e ex-deputado Geddel Vieira Lima, irmão do parlamentar acusado.

Requerimento

Também está na pauta da reunião a apreciação de requerimento do deputado Marcos Rogério (DEM-RO) para que seja convidado a prestar depoimento no Conselho de Ética o ex-secretário parlamentar de Lucio Vieira Lima Job Ribeiro Brandão.

Voltar

a editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Cliqueditar.

Clique aqui ar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique